segunda-feira, 28 de julho de 2014

quinta-feira, 24 de julho de 2014

Carlos Gama em: "Talento não tem Idade" e lançamento de seu livro Contos para Recontar



Ed. Costelas Felinas 
"Um livro resulta da criatividade, da persistência, do esforço e, principalmente, do afeto que o autor coloca enquanto escreve, enquanto descortina a sua intimidade, pensando nos leitores com quem haverá de compartilhar a sua obra - parte de si mesmo.
Normalmente, é com muito sacrifício, e este não foi diferente, que um escritor consegue realizar o seu sonho. Contos para recontar - Histórias de terra e de mar” representa uma parcela desse sonho, acalentado desde muito cedo, durante a sua caminhada na atual etapa de vida.

Quando a fluidez é tanta e tão constante para colocar nas folhas em branco o teor de sua imaginação ou o fruto de suas experiências e vivências, certamente está transcrevendo o que contém a bagagem de sua própria herança, que neste ato se faz presente e se concretiza..." Rosimei Costa Nogueira da Gama

Revista Varal do Brasil

Aqueles que escrevem vivem entre livros. Vivem entre seus livros e livros de outros autores. Leem muito! Pelo menos é isto que se imagina... Mas nem sempre é assim.
Na verdade, há muita gente que escreve e que deseja ver seus textos lidos e que não abre um livro sequer. E sim, isto é verdade.
O que acontece com estas pessoas? Porque não leem? As respostas poderiam ser muitas, mas a mais simples resposta é que há um interesse muito grande em ser lido, mas um interesse mínimo em conhecer aquilo que o outro escreve.
Por isto tantos livros editados no Brasil (que detém um número recorde de edição independente) e tão poucos autores nacionais (principalmente os novos autores) elevados ao patamar de autores mais lidos do ano. Ou mais lidos, simplesmente.
Alguns eventos literários promovendo apenas prêmios, medalhas e títulos (estes últimos chegando muitas vezes até a ser ridículos) ao invés de promover a literatura. Muitos grupos de escritores fazendo o mesmo. E assim vai ficando para trás o que mais deveria ter importância: o livro! O prazer da leitura dá lugar ao ego.
Mas isto é coisa que ninguém comenta. O silêncio em torno destas atitudes permite que ela seja alastrada, enquanto os poucos que lutam pela expansão da verdadeira literatura, de forma digna e honesta, acabam por perecer no caminho da sobrevivência literária.
Ler não mata. Ler não é crime,. Ler não faz mal.
Bem ao contrário, como bem se sabe, ler traz vida, educa, só faz bem. Ler autores consagrados ou desconhecidos, nacionais ou internacionais. Ler.
Ler para escrever melhor.
Nós aqui no Varal do Brasil fazemos de nosso melhor para levar a você, leitor e escritor, um pouco de leitura, de forma simples e agradável. Lutamos para que ler se torne um hábito para todo escritor.
Através de nossas atividades elevamos à literatura ao lugar onde deveria sempre estar: à altura do povo, sem frescuras! Obrigada pelo carinho!


quarta-feira, 23 de julho de 2014

Alex Sakai - 30 anos de Caosurbanocromia

Presença dos poetas, escritores, ilustradores e artistas que integraram o Grupo Picaré: Raul Christiano Sanchez, Valdir Alvarenga, Luiz Antonio Canuto, Sidney Sanctus, Vieira Vivo, Cissa Peralta, Osvaldo DaCosta, Seri, Bar, entre outros.

segunda-feira, 21 de julho de 2014

CONCURSO POÉTICO - PARTICIPE DO PPP

Com o objetivo de ampliar cada vez mais a publicação da literatura alternativa e independente a Ed. Costelas Felinas convida os poetas para participarem do PPP -

Seu poema pode fazer você publicar seu livro GRÁTIS -

 sem taxa de inscrição e tudo pela internet
veja como é fácil clique em POETE E PUBLIQUE

Revista Gente de Palavra

Envie seu original (máximo de 25 versos) para gentedepalavra@hotmail.com; haverá uma seleção pelo Conselho Editorial. Os selecionados serão publicados e ganharão dois exemplares da Revista Gente de Palavra*. Somente serão aceitos poemas enviados até 24/07/2014. IMPORTANTE: cada poeta deve enviar apenas um poema, no corpo do e-mail. Não enviar anexos! *Caso seja necessário enviar seus exemplares pelo correio (encomenda simples) será solicitado o depósito de R$ 5,00 para cobrir as despesas postais. *Ao enviar o poema para avaliação, o poeta cede os direitos autorais para a publicação neste número da revista Gente de Palavra e sua veiculação no site www.gentedepalavra.com.br.

Michelle e Renato - Editores

NÃO, NÃO É UM POEMA - Emanuel Medeiros Vieira

(...) “Você pode me fuzilar com palavras/E me retalhar com o seu olhar/Pode me matar com o seu ódio/Ainda assim, como o ar, vou me levantar”.
Maya  Angelou ( (1928-2014)


Vivemos sobre camadas soterradas pela urgência. 
Ansiedade:    nossa vida virou mercadoria.
Não, nada digo de novo.
Tudo é descartável – e estamos submetidos ao lixo eletrônico.
(Não, não é só porcaria.)
A virtualidade seria (também) um álibi para compensar o “ilhamento”, a falta de contato real?
O que valem os outros?
(Amizade, toque, longe da obsessão de aparecer, de ser celebridade.)
Tudo vale só um instante.
Tudo se dissolve.
Redes sociais, dogmatismo, carência de debates adultos,  e  a demonização do outro – se discorda das nossas ideias.
Prevalece a intolerância.
É o hiperindividualismo veloz.
Quem realmente lê, longe das engenhocas eletrônicas.
Tenho me repetido? Sim. É para ser escutado.
Vai parecer pieguice (paciência): parece triunfante o desinteresse completo pelo outro.

STONE METAL FESTIVAL


DOPS - Rastros de Ódio


Poemas de Iacyr Anderson Freitas

A revista da Academia Brasileira de Letras acaba de divulgar quatro poemas inéditos de autoria de Iacyr Anderson Freitas, incluindo uma pequena homenagem à memória de meu amigo Sérgio Klein, a partir da página 235


Leia aqui

Festival de Inverno - Marise Paxecu canta Pagu & Oswvald

dia 23 jul - 4ªfeira - Paxecu Conta Oswald & Pagu - 
LadyBug rua 3 de maio - Passos +-22h    -                                           poesia da véia na veia